sábado, 24 de abril de 2010

SP-Arte movimenta 26 milhões de reais e reúne obras de 1 400 artistas. Vejinha

O evento, que ocupa o Pavilhão da Bienal pela sexta vez de quinta (29) a domingo (2), emprega direta e indiretamente 2 000 pessoas

Por Sara Duarte
28/04/2010


Um batalhão de 300 operários põe de pé 79 estandes de madeira e alumínio no Ibirapuera, enquanto quarenta funcionários de uma transportadora da Casa Verde conferem obras de arte trazidas do exterior. No Itaim Bibi, o time de um escritório de arquitetura discute a construção de dois lounges. Já em Higienópolis, uma molduraria faz retoques finais num lote de fotos. Apesar das diferenças geográficas, todos trabalham com o mesmo objetivo: garantir o sucesso da SP-Arte, a principal feira de galeristas do país.


Operários montam galerias que vão ocupar o Pavilhão da Bienal:
2 000 pessoas envolvidas direta e indiretamente no trabalho

O evento, que ocupa o Pavilhão da Bienal pela sexta vez de quinta (29) a domingo (2), emprega direta e indiretamente 2 000 pessoas em cerca de trinta empresas paulistanas, ao longo de dez meses de trabalho. “Assim que acaba uma edição, começamos a pensar na próxima”, diz Fernanda Feitosa, criadora e diretora dessa espécie de megaexposição. “Queremos ser para o mundo das artes plásticas o mesmo que a São Paulo Fashion Week representa para o calendário da moda internacional.”

Confira a íntegra no site da Veja SP

Um comentário:

  1. http://www.overmundo.com.br/agenda/sp-arte-feira-internacionalde-arte-de-sao-paulo-1

    ResponderExcluir